BIO

Lindomberto Ferreira Alves (Ceilândia, Brasil - 1985) é artista-educador, pesquisador, crítico e curador independente. Doutorando em Artes pelo PPGArtes-UFPA [2021-]. Mestre em Artes pelo PPGA-UFES [2020]. Licenciado em Artes Visuais pelo Centro Universitário Araras Dr. Edmundo Ulson - UNAR/SP [2020] e Bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela FAUFBA [2013]. É membro do grupo de pesquisa "Curadoria e Arte Contemporânea", coordenado pela Prof.ª Dr.ª Ananda Carvalho (DAV-UFES); e integra a equipe editorial do website "Plataforma de Curadoria", plataforma virtual focada na investigação e discussão de processos de criação em curadoria. Possui textos publicados em eventos, catálogos e revistas especializados nos campos da história, teoria e crítica de arte. Produziu o projeto de site specifc "Arena Comum" [2015-2016], em parceria com o Célula EMAU-UFES (Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo), do DEA-UFES, Vitória/Es e São Mateus/ES, Brasil. É co-gestor da plataforma virtual de arte e cultura "PROFAN[AÇÕES]: [com]partilhando diferentes modos de habitar [n]a contemporaneidade" [2013-2020]. Foi um dos artistas-educadores responsáveis pelo projeto educativo e programa público da exposição projeto "Tirante" [2021]. Atuou como mediador cultural das exposições: "Cidades Abstratas" [2019], "Sensibilidades Reveladas" [2018], "O Grande Veleiro" [2018] e "A Maré da Vida" [2018]. Participou, como artista, das exposições coletivas: "3ª Edição da Mostra Videografias - Videografias do Convívio" [2021], "Continuidades: Mostra de Arte Contemporânea no Espaço On-line" [2020], "CTRL ZIL | Davisuais 2019" [2019] e "MERGULHO_estratégias para emergir" [2018]. Foi curador da exposição "No tempo da espera" [2020], e co-curador das exposições "Mulheres Artistas no Acervo da UFES" [2021], "LIMBO | Experimentações em tempos pandêmicos" [2021], "Fórum da Imagem: Construção de Imagens Urgentes" [2020], "Do escuro do nosso tempo" [2020], "GRADUARTES 2019: Limiares labirínticos" [2019], "I Mostra Nacional de Audiovisual ES: Há um lugar para a arte?" [2019] e "Sobre a pele da cidade" [2013]. Desde 2018 integra o duo "FURTACOR" - em parceria com a artista Amanda Amaral - cujas ações têm buscado visibilizar a arte em suas instâncias educativas e, consequentemente, a educação como práxis artística e transformadora. Autor do livro "Rubiane Maia: corpo em estado de performance" [2021] - obra realizada com recursos da Lei Aldir Blanc, via Edital de Seleção de Projetos e Concessão de Prêmio Artes Integradas 2020, por intermédio da SECULT/ES.


CONTATOS

Telefone: (27) 99927-9692 | E-mail: lindombertofa@gmail.com | Siga-me: @lindombertofa